sábado, 30 de novembro de 2013

Tenha a decência de me deixar em paz.





Tomar consciencia do que de repente se deseja é algo totalmente aflitivo.Bom mesmo é viver na ignorância.Pois é bom aceitar o caminho proposto ate agora. Esse caminho é conhecido e dai a gente ja faz as coisas no automático,sem sofrer e com a sensação de que esta tudo dominado.
Mudar de direção da um trabalho danado.E trabalho da preguiça.Todo mundo diz que mudança faz  a pessoa crescer. Dispenso,não quero crescer.Olha, não é bem crescimento a palavra certa.Inferno é a palavra certa.Mudar é o inferno dentro de nós!E detesto essa firula de que é necessário.
Eu queria ser feliz e não mudar nada do que tenho.Queria que o meu querer se ajustasse finalmente a vida que levo.Queria que meu querer tivesse a decência de não ficar me instigando.Que me deixasse quieta e vivendo achando que esta tudo certo.Não,não quero mais ser incomodada com essa ideia de que posso ser mais feliz.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Livre olhar.


 
E finalmente chegou o dia
Em que o coração fez cirurgia
De miopia.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Felicidade volátil.



 Sem você ao lado,tenho que me agarrar a toda pequena felicidade.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Poesia minha

Hoje eu vim
De cabelo bagunçado
Mas de terno bem cortado
De batom meio borrado
Mas de alma aprumada
E sem você dentro de mim.

domingo, 24 de março de 2013

Foco.



  
Eu vou continuar agarrada ao que quero
Não vou abrir mão de quem sou
Hoje resolvi ser feliz a qualquer preço.

domingo, 17 de março de 2013

Tá ok pra mim.



Essa é pra dizer que tudo bem você ir...
Você já foi,ok,mas é como se eu precisasse dizer agora que tudo bem pra mim.
Finalmente,entende ?
Mas na verdade estou dizendo mesmo pra mim, vc entende isso?
Acho,inclusive ,que era hora mesmo de você ir...

Por que entendo que é impossivel suportar um amor
Que nao podemos retribuir a altura
Mas tudo bem pra mim.
Eu não me importo mais.