segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Poesia minha.


Pode ser o sorriso torto
Ou talvez as cicatrizes
Não as da pele
Mas as do coração.
Pode ser o fato de não dar o barço a torcer
De empacar e dizer não.
Ou tavez o coração desconfiado
Ou a resistência de não se deixar ser amado.
Ou talvez achar que eu não saberia lidar com a situação.
Pode até ser os chinelos horrorosos.
E o belo gosto musical.
Ou o jeito como vira criança quando esta perto de um cachorro.
Pode ser o toque.
E o beijo,ah com certeza pode ser o beijo.
Ou a maneira que me olha
Como se não acreditasse que sou sua
Por todos e por nenhum motivo eu te amo.
Motivos esses que já nem sei mais.
Talvez por quê tenha inventado um vc pra mim.
Estou prisioneira sem banho de sol.
Não acredito mais em sinais.
Foi tudo fruto da minha imaginação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário